A importância da avaliação de estoque para revenda

Com a competitividade do mercado em alta, torna-se cada vez mais importante realizar a avaliação de estoques da empresa. Esse gerenciamento é essencial para a revenda e a eficiência dos negócios, pois, com uma boa gestão de estoques, a lucratividade será garantida.

Existem alguns métodos de avaliação e, entre eles, estão: preço específico, PEPS, UEPS, custo médio, Just In Time, MPM e curva ABC.

Então, deseja descobrir como a avaliação de estoques pode ajudar o seu negócio? Continue lendo este post!

Preço específico

Esse método é muito fácil de ser utilizado, basta saber o preço efetivamente pago por cada produto e, então, será possível calcular o valor total do estoque. Contudo, o critério só pode ser utilizado para produtos de grande porte, como máquinas, imóveis e automóveis.

PEPS

O PEPS (Primeiro que Entra, Primeiro que Sai), como o próprio nome já diz, consiste em vender ou utilizar, primeiro, as mercadorias que foram adquiridas há mais tempo. Depois, serão revendidos ou utilizados os produtos comprados recentemente.

Para fazer o cálculo, o preço de custo a ser usado será o dos produtos mais antigos. Quando o lote terminar, poderá ser aplicado o preço do próximo. Dessa maneira, será possível calcular o valor de venda do produto.

O método é eficaz para produtos que têm data de validade. Além disso, é de extrema importância ter organização e muita disciplina para utilizar corretamente o PEPS.

UEPS

O UEPS (Último que Entra, Primeiro que Sai), diferentemente do PEPS, é calculado pelo valor da última compra, ou seja, pelo valor do lote mais caro.

Nesse método, existe uma valorização dos preços, e a lucratividade será bem maior. No entanto, o UEPS não é indicado para mercadorias que têm prazo de validade.

Vale a pena lembrar que o método UEPS não é permitido no Brasil para fins da legislação do IR (Imposto de Renda).

Powered by Rock Convert

Custo médio para avaliação de estoques

Esse recurso, que também é chamado de método da média ponderada, consiste no cálculo de preço das mercadorias com base no custo médio de compra.

Para fazer os cálculos, basta fazer a soma dos custos de cada um dos lotes comprados e, depois, fazer a divisão pela quantidade desses produtos que estiverem em estoque.

Caso o fluxo de mercadorias seja alto, o método não é indicado.

Just In Time

Just In Time (na hora certa) é um critério que garante que a produção ou a compra da matéria-prima, seja realizada na hora exata. Assim os produtos serão fabricados ou vendidos no momento certo, sem estoque.

Os itens são fabricados ou entregues a tempo de serem utilizados ou vendidos.

Essa medida tem algumas vantagens. São elas:

  • garantia de qualidade do produto final;
  • redução de estoque; 
  • evitar desperdícios.

MPM

O MPM (Média Ponderada Móvel ou Preço Médio Ponderado) é aplicado por meio do preço de compra de cada lote, e, sempre que novos itens dão entrada ou saem do estoque, é realizado um novo cálculo para ter a média de valores dos produtos.

O total poderá ser alcançado com o somatório de todas as compras e a divisão pela quantidade de mercadorias.

Curva ABC

A chamada curva ABC possibilita a visibilidade de materiais conforme o seu volume total de estoque. De acordo com essa prática, os itens que têm maior valor e que têm menor estoque são priorizados. É importante que sejam avaliados o custo de compra, o preço de venda e a quantidade acessível.

Independentemente do ramo de sua empresa, saiba que realizar a avaliação de estoques é uma das melhores alternativas para uma gestão de sucesso. Se você está preocupado, não deixe para amanhã, contrate uma empresa que ofereça uma consultoria contábil e um sistema de gestão para receber auxílio. Dessa maneira, seu controle de estoque será exato.

Você gostou deste texto sobre avaliação de estoques? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba os próximos conteúdos na sua caixa de entrada!

0 comentários

Categorias

Receba nossos conteúdos por email.

Powered by Rock Convert

Guia sobre EFD-Reinf para empresas