6 informações importantes sobre descontos condicionais e incondicionais

É bastante comum que empresas ofereçam descontos para seus clientes, sejam elas de comércios, indústrias ou serviços. Mas é importante que o gestor entenda as diferenças entre os descontos condicionais e incondicionais para que consiga minimizar os custos com tributos e evitar problemas com o Fisco.

Esse é um tema importante porque as diferenças entre as modalidades impactam bastante nas finanças do negócio. Para que não tenha dúvidas, confira a leitura deste artigo em que explicamos como funciona a concessão de descontos, os conceitos dos seus dois tipos e outros tópicos relevantes sobre o tema. Confira!

1. Tipos de desconto

Desconto é uma espécie de abatimento no valor de venda a um produto ou serviço. Geralmente os descontos consistem em uma estratégia de marketing para aumentar as vendas, podendo ser concedido para liquidar o estoque, evitar atrasos de pagamento, agradar o cliente etc.

Há dois tipos de descontos: condicional ou incondicional. A diferença entre os dois reside na forma de tributação do ICMS (devido aos comerciantes) e IPI (devido às indústrias ou equiparadas). Como esses são tributos impactantes às finanças do negócio, conhecer esses tipos poderá auxiliar as finanças da empresa.

2. Conceito de desconto condicional

Para aproveitar desse desconto, o cliente deve cumprir uma determinada condição, sendo que o abatimento é do valor efetuado depois da emissão da nota fiscal.

Por exemplo, imagine que você emita uma duplicata e conceda o desconto de 10% se o pagamento for efetuado em até 10 dias antes do vencimento do título. Se o pagamento for feito no vencimento normal, não ocorrerá o desconto.

É importante saber que nos relatórios e demonstrações contábeis esses descontos são contabilizados como despesas financeiras. Além disso, a incidência dos tributos IPI e ICMS incidirão sobre o valor total (sem contar o desconto).

3. Conceito de desconto incondicional

Os descontos incondicionais constam nas notas fiscais de venda ou serviços, portanto, são concedidos antes da emissão do documento. Por exemplo, se você oferece um desconto de R$ 50 em um produto que originalmente custa R$ 300, ele é contabilizado da seguinte forma:

Produto = R$ 300

(-) Descontos incondicionais = R$ 50

= Valor de venda/nota fiscal = R$ 250

Diferente do anterior, aqui o IPI e o ICMS incidirão somente sobre o valor final presente na Nota Fiscal, que será de R$ 250.

4. Desconto incondicional como redução de custo

Desconto incondicional é uma redução de custo pelo fato de estar contido na nota fiscal, diminuindo o montante a ser pago em razão dos tributos.

5. Descontos mirabolantes e suas implicações

Pela falta de conhecimento sobre o assunto, muitas vezes os gestores concedem descontos excepcionalmente altos após a venda para agradar ou fidelizar um cliente.

Essa é uma ação que deve ser feita com muito cuidado, já que o IPI ou ICMS ainda incidirão sobre o valor original da venda. Você precisará calcular minuciosamente a precificação do produto, os tributos incidentes e o tipo de desconto a ser oferecido para não acabar tendo prejuízo com a venda.

6. A importância do auxílio de uma empresa especializada

Percebe-se que o assunto pode ser mais complexo que muitos imaginam. Assim, o gestor deve realizar um planejamento prévio sobre os descontos e oferecê-los com cuidado.

Nesse contexto, é interessante ter o apoio de especialistas no assunto para que você saiba qual tipo de desconto é mais vantajoso para cada situação, qual o valor de desconto pode ser oferecido para não prejudicar o capital de giro do negócio e como contabilizar os valores corretamente nas demonstrações contábeis.

Quando você sabe o momento certo para aplicar os descontos condicionais e incondicionais, é possível minimizar os custos do negócio e maximizar seu lucro. Porém, em razão da complexidade do assunto, recomendamos ter o apoio de especialistas no assunto para calcular corretamente os descontos e tributos de cada venda.

Informe seus colegas sobre o assunto compartilhando este post nas suas redes sociais!

0 comentários

Categorias

Receba nossos conteúdos por email.