Entenda a importância e como calcular o capital de giro da empresa

Saber o que é e como calcular o capital de giro é extremamente importante para a manutenção da saúde das empresas. Isso porque a saúde financeira de uma organização empresarial depende dos valores acumulados com essa finalidade.

O capital de giro é o ativo circulante de uma empresa, utilizado para arcar com os custos e as despesas fixas e variáveis. Assim, integram o capital de giro todos os valores que apresentam alta liquidez, permitindo que o capital seja convertido para o cumprimento de obrigações e para o bom funcionamento do negócio.

Neste artigo, você vai entender a importância do capital de giro para a sua empresa, além de compreender para que serve e como calculá-lo de acordo com as particularidades e necessidades de cada negócio. Acompanhe a leitura e descubra!

Para que serve o capital de giro de uma empresa?

Todas as empresas têm operações internas que devem ser realizadas para manter o negócio em pleno funcionamento. Algumas dessas operações exigem disponibilidade de recursos financeiros para que possam acontecer.

O capital de giro abarca os recursos necessários para que essas operações aconteçam. Imagine, por exemplo, se a empresa realiza uma venda com pagamentos parcelados para 30, 60 e 90 dias.

Nos três meses em que serão pagas as parcelas dos valores devidos pelo cliente, a empresa precisa ter recursos financeiros para manter suas atividades; o capital de giro tem exatamente essa função.

Outro exemplo muito comum é o de inadimplência. Imagine que você produziu uma entrega a um custo de R$ 5 mil. Se o seu cliente não cumprir com suas obrigações dentro do prazo estipulado, esse valor fará falta no seu caixa, e será preciso recorrer ao capital de giro para cobrir provisoriamente esse atraso.

Qual é a importância do capital de giro para a saúde da empresa?

O fato de maior importância do capital de giro está relacionado a sua função de adimplir obrigações e contas da empresa. Negócios que operam com um capital de giro muito baixo, correm maior risco financeiro, tendo em vista que em situações como inadimplência, problemas de mercado, recessão econômica, despesas imprevistas ou necessidades financeiras elas se encontram despreparadas.

Por isso que o capital de giro está diretamente vinculado com a saúde financeira de uma empresa. Dessa forma, é importante entender sua função além de saber como calculá-lo. Isso ajuda o empresário a manter o fluxo de caixa em segurança.

Powered by Rock Convert

É indicado que as empresas tenham um capital de giro de, pelo menos, seis vezes o valor das despesas fixas mensais. Assim, se uma empresa tem despesas fixas de R$ 5 mil, recomenda-se que ela mantenha um capital de giro de, no mínimo, R$ 30 mil.

Ter uma quantia destinada para o capital de giro é sinônimo de segurança e proteção em momentos de emergência.

Como calcular o capital de giro necessário para o seu negócio?

Para saber qual é o capital de giro da sua empresa é importante ter o balanço patrimonial em mãos. Com ele, você deverá encontrar a quantia referente ao passivo e ao ativo circulante. Com esses valores em mãos, basta aplicar a seguinte fórmula:

Capital de Giro Líquido = Ativo Circulante – Passivo Circulante

Vale destacar que se consideram recursos que integram o ativo circulante aqueles que se transformarão em caixa dentro de um ano. Normalmente são aqueles decorrentes de vendas e estoques, por exemplo.

Já o passivo circulante, representa as obrigações da empresa que vencem no período de até um ano, normalmente decorre de operações com fornecedores, governos, empréstimos, entre outros.

Assim, quanto maior o capital de giro líquido da empresa, maior a sua capacidade financeira de cumprir com compromissos e investir no negócio.

Compreender os conceitos e enxergar a capacidade financeira da sua empresa sob a perspectiva estratégica contribui para o desenvolvimento de ações voltadas para o crescimento e a saúde financeira da organização.

Agora que você já sabe como calcular o capital de giro, que tal aprofundar o seu conhecimento sobre gestão contábil? Então, descubra agora a importância das demonstrações contábeis para o seu negócio!

0 comentários

Categorias

Receba nossos conteúdos por email.

Powered by Rock Convert

Guia sobre EFD-Reinf para empresas