Indicadores de desempenho empresarial EBITDA e fluxo de caixa livre: saiba mais aqui!

Os indicadores de desempenho empresarial são excelentes alternativas para avaliar se os objetivos dos gestores estão próximos ou longe de serem atingidos. Além disso, eles são capazes de fornecer informações cruciais para evitar problemas em diversas áreas de sua empresa.

Apesar da sua valiosíssima função, muitos empresários desconhecem a real necessidade desse tipo de análise. Muitos, inclusive, sequer conhecem os indicadores que são capazes de fornecer essas informações.

Pensando nisso, resolvemos escrever este artigo. Nele, vamos detalhar dois dos principais indicadores que você precisará analisar: o fluxo de caixa livre e o EBITDA. Acompanhe-nos nesta leitura!

O que são indicadores de desempenho empresarial e qual a sua importância?

Os indicadores de desempenho empresarial existem para garantir uma máxima existente no mundo dos negócios: “o que não pode ser medido não é gerenciado”. Essa frase é muito conhecida e foi citada por grandes nomes da administração, Robert Kaplan e David Norton.

Somente ela já seria capaz de demonstrar a importância da análise de indicadores de desempenho de uma empresa. Basicamente, eles são elementos que demonstram diversos setores dentro de uma empresa.

Com esses indicadores um gestor ou empresário consegue entender, de fato, os pontos que precisam ser avaliados, bem como, elaborar estratégias para alavancar o seu negócio ou evitar prejuízos.

Existem diversos indicadores de desempenho empresarial. Cada um apresenta finalidades diferentes e demonstram pontos distintos dentro de uma mesma organização. Entre os mais conhecidos, podemos destacar os seguintes:

  • lucratividade do negócio;
  • ticket médio;
  • produtividade;
  • indicadores de qualidade;
  • índice de satisfação dos clientes.

Saber identificar e analisar esses indicadores possibilita que você avalie oportunidades de crescimento para seu negócio, bem como determinadas ações que precisam ser adotadas para evitar problemas futuros.

A análise desses indicadores evita rupturas que podem levar um negócio à falência. Muitos empresários assistem atônitos ao fracasso dos seus negócios e não conseguem entender o porquê de não terem sucesso com eles. A resposta, em muitos casos, está por trás da análise desses índices.

Como funciona o fluxo de caixa livre e EBITDA?

Entre os indicadores de desempenho empresarial que mencionamos, existem dois que afetam diretamente o departamento financeiro de um negócio. Eles proporcionam informações e insigths fundamentais para a manutenção e continuidade do seu empreendimento.

Nós mostraremos a definição e utilização de cada um deles, no entanto, é importante entender que esses indicadores evidenciam a capacidade de sua empresa em gerar recursos para pagar todas as suas operações. Isso significa que a análise desses índices impactam em todo o seu negócio.

Fluxo de caixa livre

O fluxo de caixa livre é, basicamente, a quantidade de dinheiro que sobra em uma empresa. Ou seja, trata-se da quantidade de recursos que ficam em caixa após o pagamento de todas as despesas e custos necessários ao seu funcionamento, tais como: funcionários, energia, telefone, dívidas, empréstimos, financiamentos, fornecedores, entre outros.

Você certamente já deve ter ouvido falar no fluxo de caixa convencional, porém, ele é diferente desse indicador que estamos tratando. Nesse primeiro caso, trata-se de um controle dos recursos que entram e saem da empresa em determinado período.

O fluxo de caixa livre, no entanto, é um indicador que demonstra a capacidade da empresa em pagar suas contas e ainda permanecer com valores guardados para serem utilizados em investimentos ou, simplesmente, distribuir aos sócios.

Ele é obtido pela aplicação da fórmula: FCL = FCO – CapEx, em que FCO significa fluxo de caixa operacional — que é o fluxo de caixa gerado para garantir a manutenção e crescimento do negócio — e CapEX, despesas de capital. Sendo assim, apesar de ser simples, é necessário conhecer o seu FCO antes de fazer o cálculo.

O indicador EBITDA

EBITDA é a sigla utilizada para designar um termo em inglês, Earnings Before Interest Taxes, Depreciation and Amortization, que traduzindo para o português significa: lucros antes de juros, tributos, depreciação e amortização.

O EBITDA é um indicador capaz de fornecer aos gestores a realidade financeira de uma empresa. Ao aliar ele com outros índices, ele ajudará os responsáveis pelo negócio a entenderem os pontos fracos e fortes do seu departamento financeiro.

Portanto, ele visa auxiliar na análise e geração de caixa de uma empresa, gerando uma medição e análise quanto a eficiência de geração de caixa de um empreendimento.

Isso ocorre pelo fato de ele desconsiderar algumas variáveis complexas que, geralmente, interferem consideravelmente nos resultados.

Nesse contexto, o EBITDA vai além de simplesmente mostrar se a empresa dá lucro ou prejuízo operacional. Ele tem por objetivo principal evidenciar a geração de caixa para seu empreendimento

Para chegar o valor do EBITDA é necessário, inicialmente, descobrir qual foi o lucro operacional do seu negócio. Esse montante é resultado da subtração da sua receita líquida com o custo de mercadorias comercializadas, bem como das despesas operacionais , exceto as despesas financeiras que foram pagas a títulos de juros de financiamentos e empréstimos bancários.

Feito isso, é preciso adicionar o lucro operacional, depreciação e amortização inclusa nos custos dos produtos ou serviços comercializados. Ao agregar todos esses dados, você chegará ao indicador EBITDA e poderá obter todas as informações que ele pode proporcionar.

Por fim, é importante dar um destaque a outro elemento fundamental para o cálculo e a análise desses indicadores. Como você pôde perceber, para chegar a esses valores é necessário apurar outros elementos dentro de sua empresa, o que seria impossível de ser realizado sem o apoio de profissionais especializados no assunto.

Portanto, para conseguir definir e calcular esses indicadores é necessário contar com o apoio de uma empresa especializada que disponibilizará profissionais experientes que sabem lidar com esse tipo de assunto. Com isso, além de conseguir extrair estes indicadores de suas informações e dados, eles também o ajudarão na análise e posterior tomada de decisões.

Agora que você já sabe o que é e como funciona a análise desses dois indicadores de desempenho empresarial, não perca mais tempo. Aplique esses conhecimentos em sua empresa e comece a obter todas as vantagens que a análise dos dois indicadores pode proporcionar.

Gostou deste artigo? Se você quiser saber um pouco mais sobre o funcionamento desses processos, entre em contato conosco. Temos uma equipe de profissionais especializados no assunto e que estão prontos para atender às suas necessidades.

0 comentários

Categorias

Receba nossos conteúdos por email.