Dúvidas sobre o saque do FGTS? Descubra as respostas aqui!

Provavelmente, você já deve ter lido ou assistido em algum lugar que o Governo Federal, por meio de uma Medida Provisória, liberará o saque do FGTS para os trabalhadores que têm saldos em suas contas. Essa novidade mexeu com o Brasil inteiro, afinal, não somente a população, de modo geral, será beneficiada.

O comércio local e, indiretamente, toda a economia nacional receberão uma injeção de ânimo e movimentação durante esse período. Entretanto, você sabe como funcionará esse procedimento?

Sobre isso é que vamos discorrer neste artigo. Você encontrará uma série de perguntas respondidas sobre esse assunto. Acompanhe!

Qual é o objetivo da Medida Provisória?

O objetivo principal do Governo Federal em emitir a Medida Provisória (MP) que dará acesso aos saldos das contas do FGTS é, principalmente, impactar positivamente a economia nacional, gerando uma movimentação maior no mercado durante um espaço de tempo.

Você deve se lembrar de que, há pouco tempo, durante o ano de 2017, o governo anterior também fez algo parecido, liberando o acesso às contas do FGTS que estivessem ativas. Nessa MP, no entanto, o Governo liberará o saldo para todas as pessoas, mesmo aquelas que estão com suas contas inativas.

Porém, existirá um limite para o saque. O montante não poderá exceder R$ 500,00, e o trabalhador deverá retirar o valor até o dia 31 de dezembro de 2019. Também está sendo estudada a possibilidade de um trabalhador sacar parte do dinheiro depositado no dia do seu aniversário. Entretanto, isso é um projeto que está previsto para começar a acontecer no ano de 2020.

Quem tem direito ao saque do FGTS?

Todo trabalhador que tem contas ativas ou inativas do FGTS poderá sacar o limite estipulado. Uma informação interessante e que muitas pessoas não sabem é que uma mesma pessoa pode sacar o valor de R$ 500,00 de uma conta ativa e mais a mesma quantidade de uma inativa, totalizando R$ 1.000,00.

Qual será o benefício do saque do FGTS para o trabalhador?

Além do objetivo de aquecer a economia nacional, a liberação do saldo das contas do FGTS tem por meta principal fornecer uma espécie de pagamento extra para os trabalhadores. Sabemos que o nosso país ainda passa por momentos difíceis e toda ajuda é bem-vinda.

Como um empregado teria direito ao seu saldo de FGTS apenas após a rescisão do seu contrato de trabalho, esse valor pode ser interessante para que ele possa adquirir algum bem necessário para sua família ou investir em outras utilidades ou necessidades.

Independentemente da necessidade ou dos objetivos do trabalhador, é importante que ele tenha em mente que precisa se planejar e saber exatamente o que será realizado com o dinheiro extra que entrará em seu orçamento.

Ele pode ser empregado para saldar dívidas que estão o penalizando com juros, para investir em lazer ou para adquirir outros bens e serviços necessários para você ou sua família.

Como funcionará o saque do FGTS?

Com relação ao efetivo procedimento de saque, duas situações precisam ser analisadas. A primeira tem relação com aquelas pessoas que não têm contas na Caixa Econômica Federal.

Essas deverão utilizar o seu Cartão Cidadão para fazer o saque em um terminal eletrônico existente em uma das centenas de agências espalhadas pelo Brasil.

Outra situação que pode ocorrer tem relação com aquelas pessoas que já têm conta na Caixa. Para elas, o banco depositará o valor diretamente na conta. Vale a pena ressaltar que aqueles que não têm conta bancária na Caixa deverão aguardar a liberação do cronograma e das informações adicionais.

Como será o cronograma de saque do FGTS?

O cronograma de liberação do saldo ainda não está totalmente claro para a população. O que se tem certeza é que idosos terão prioridade no processo. Está agendada, para o dia 05 de agosto, a divulgação das informações de como serão liberados os valores para saque.

Como funcionará o saque de aniversário?

O saque de aniversário é uma ideia que visa a dar acesso ao trabalhador à sua conta do FGTS. Nesse caso, será permitido que ele resgate determinados valores todos os anos no mês em que faz aniversário.

Essa liberação variará de acordo com o saldo que o trabalhador tem em sua conta. Quanto mais dinheiro ele tiver depositado, menor será o seu percentual de saque, que pode variar entre 5% e 50%.

É importante mencionar que a pessoa que desejar escolher o resgate anual deverá abrir mão de retirar todo o dinheiro depositado em ocasião da dispensa sem justa causa.

Por isso, é interessante que o trabalhador avalie com cautela esse benefício antes de obtê-lo. Uma tentativa de receber parte dos valores rapidamente pode gerar ainda mais atraso em sacar o montante integral.

Nesse sentido, podemos afirmar que o saque de aniversário é mais interessante para os trabalhadores que têm saldos inferiores em sua conta do FGTS, tendo em vista que o percentual liberado para essas pessoas pode ser maior. Por exemplo, um cidadão que tem R$ 500,00 depositados poderá sacar até R$ 250,00 em cada ano.

Entretanto, aquele que tem R$ 20.000,00, por exemplo, terá acesso a apenas 5% desse valor, demorando muitos anos para receber o valor total e, caso seja demitido nos meses seguintes, não poderá ter acesso ao montante residual em sua totalidade.

Quem optar por essa modalidade de saque poderá voltar atrás e ficar com a regra tradicional. No entanto, isso poderá ser feito apenas após 2 anos da primeira solicitação.

Portanto, apesar de esses programas do Governo proporcionarem benefícios para um grupo de pessoas, é importante ter cuidado e atenção antes de mexer com as suas contas do FGTS.

Agora que você já tem todas as suas dúvidas respondidas sobre a liberação do saque do FGTS, o próximo passo é aguardar a liberação dos lotes de pagamento. Lembre-se sempre de fazer um planejamento com o valor que será sacado para que você possa utilizá-lo da melhor forma possível.

Gostou dessas informações? Quer saber todas as vezes em que publicarmos dicas como essas? Então, assine nossa newsletter para não perder nenhum novo conteúdo.

0 comentários

Categorias

Receba nossos conteúdos por email.