Você sabe o que é outsourcing? Entenda aqui!

As empresas estão enfrentando uma competitividade cada vez mais acirrada devido a globalização e intensidade que estamos vivendo. Saber o que é Outsourcing e como contratá-lo pode ser o diferencial que o seu negócio precisava para aperfeiçoar seus processos e se destacar no mercado!

Não basta que a empresa tenha bons produtos e serviços à disposição do cliente, exige-se que seus setores contábeis, trabalhistas e tributários, entre outros, sejam de elevada qualidade. Caso contrário, a organização não conseguirá equilibrar suas contas nem construir estratégias para desenvolver o negócio.

Durante a leitura deste conteúdo, explicamos o que é Outsourcing, expomos quais são as suas funções e impactos na empresa, como também listamos e explicamos as principais vantagens fornecidas por esse serviço. Boa leitura!

O que é Outsourcing?

Outsourcing é uma palavra em inglês cuja tradução literal seria “fonte de fora”. Seu conceito está relacionado à utilização de fontes externas de mão de obra de uma empresa, ou seja, à contratação de terceiros para realizar atividades de determinado setor da contratante.

Geralmente a contratação está junto às atividades-meio, aquelas não ligadas à finalidade principal do negócio, mas sim as secundárias que são essenciais para o seu desenvolvimento saudável. Isso significa que a empresa faz o Outsourcing das atividades do seu processo produtivo, porém essas atividades não resultarão no produto ou serviço final.

É importante distinguir Outsourcing e terceirização. Apesar do termo terceirização ser mais popular no Brasil e se tratar de um serviço utilizado há décadas, esse é um conceito usado para terceirizar atividades mais simples, como limpeza, portaria, copeira, segurança etc.

Em contraste, o Outsourcing está ligado à ideia de parcerias de negócios, em que uma empresa contrata especialistas com o know-how (ou o “saber como” em aplicar técnicas e métodos) de atividades estratégicas e excepcionalmente complexas, como os setores tributário e contábil.

Por essa razão, o Outsourcing consiste em um forte diferencial para o desenvolvimento da empresa, já que ela tem suporte de qualidade nas operações ligadas à tomada de decisões pelos gestores.

Quais são as funções do Outsourcing?

Sua finalidade é fornecer qualidade, otimização e apoio aos gestores nas decisões sobre atividades estratégias. Portanto, alguns exemplos de setores que podem ser objeto do Outsourcing são o contábil, trabalhista e tributário. Veja a seguir cada um deles.

Contábil

A contabilidade é a ciência que estuda o controle do patrimônio das entidades e trata-se, portanto, de um setor imprescindível para as empresas de qualquer porte e ramo. Os contadores efetuam os registros conforme as normas e pronunciamentos em vigor, evitando questionamentos dos fiscais.

Como se não bastasse, os profissionais também elaboram demonstrações contábeis em padrões globais como IFRS ou US GAAP, que aumenta a atratividade do negócio aos investidores estrangeiros. Portanto, melhora as chances de obtenção de investimentos para desenvolver a empresa. Entre os serviços do Outsourcing estão:

  • controle dos custos;
  • análises de investimentos;
  • elaboração de balanços e demonstrativos;
  • adequação ao SPED Contábil e a Escrituração Contábil-Fiscal (ECF);
  • fornecimento de informações financeiras;
  • controle do ativo fixo.

Trabalhista

As obrigações trabalhistas devem ser estudadas com cuidado pela empresa, já que alguns erros podem gerar obrigações de indenizações bastante onerosos. Entretanto, a legislação trabalhista é bastante complexa, além do gestor precisar estar atualizado quanto à Reforma e ao eSocial.

Por isso, também é essencial ter o apoio de profissionais especializados para evitar falhas e futuros problemas sobre o assunto, como multas do Ministério do Trabalho e conflitos judiciais com ex-colaboradores. Algumas das atividades do Outsourcing na área são:

  • elaboração da folha de pagamento;
  • recibo de salários e pro-labore;
  • emissão de guias de INSS e FGTS (DCTFWeb);
  • registro dos colaboradores na CTPS;
  • cálculo de rescisões trabalhistas;
  • programação, aviso e recibo de férias;
  • envio de obrigações como RAIS e CAGED;
  • adequação ao eSocial;
  • adequação a EFD-Reinf.

Tributária

É de conhecimento comum que a carga tributária brasileira é bastante onerosa. Existem inúmeros impostos, taxas e contribuições que devem ser pagas corretamente pelas empresas, bem como suas obrigações principais (recolhimento dos valores) e acessórias (emissão de guias).

Os contadores avaliam os riscos dos tributos e eventuais benefícios que podem ser aproveitados pela empresa, recuperaram créditos tributários e realizam ajustes operacionais, entre outras operações, com a finalidade de alcançar a carga tributária mais vantajosa ao negócio. Exemplos de atividades tributárias prestadas são:

  • planejamento tributário;
  • análise de parcelamentos especiais tributários;
  • transmissão correta de obrigações acessórias;
  • definição do regime tributário mais benéfico (lucro real, presumido ou simples nacional);
  • escrituração contábil fiscal ECF;
  • prevenção de erros de cálculos e atrasos nas declarações.

Quais são as vantagens de adotar essa estratégia?

Economia a longo prazo

Na terceirização não ocorre a contratação direta dos profissionais, não há relação trabalhista pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho e, consequentemente, a empresa não arca com salários, férias, 13º, contribuições patronais e outros custos.

O pagamento ocorre pelo valor contratado entre as empresas, e que normalmente consiste em uma mensalidade. Mas quando se trata do Outsourcing, os benefícios vão ainda além da inexigibilidade dos encargos trabalhistas.

Como as atividades necessitam de conhecimento aprofundado sobre uma disciplina complexa, como o direito tributário e contabilidade, optar pelo Outsourcing evita que as empresas arquem com rígidos processos seletivos que testem os conhecimentos dos candidatos.

Além disso, não é preciso capacitar, treinar e atualizar constantemente os profissionais, já que eles trabalham com temas em constantes atualizações, mudanças ou reformas. Por fim, outra economia consiste na modernização dos setores, pois as empresas de Outsourcing normalmente são equipadas com tecnologia de ponta.

Melhora na análise de dados

Outsourcing não consiste no simples fornecimento de atividades genéricas. Os profissionais elaboram relatórios com informações úteis que podem ser lidos facilmente.

Isso é possível pelo fato de os profissionais serem experientes e utilizarem softwares de gestão avançados para os auxiliarem nos relatórios. Assim, os gestores conseguem analisar melhor os dados e tomar decisões mais certeiras sobre os investimentos, gastos, valores e outros elementos do negócio.

Proteção nas questões tributárias e trabalhistas

Como já dito, erros no cumprimento das obrigações tributárias e trabalhistas podem gerar danos excessivamente onerosos às empresas. Por exemplo, erros de cálculos de tributos faz com que a empresa arque com multas danosas do Fisco; ou efetuar uma declaração errônea sobre os direitos trabalhistas dos colaboradores também pode gerar alguns problemas!

Com o Outsourcing, tem-se a certeza de que essas áreas estão nas mãos de profissionais competentes, atualizados, experientes e é minimizado ao máximo as chances desses erros acontecerem.

Maior conformidade (compliance)

Compliance é um termo em inglês que significa “agir de acordo com a regra“, com instruções internas ou comandos. Isso significa que os profissionais do Outsourcing conseguem estar em conformidade com a legislação, com os regulamentos internos da empresa e com as diretrizes de fornecedores e parceiros.

Foco na atividade-fim

As atividades prestadas pelo Outsourcing normalmente exigem tempo, estudo, dedicação e concentração, já que envolvem planejamentos, contas complexas, processos específicos e conhecimento aprofundado da lei.

Ao optar pelo Outsourcing, você alivia o estresse dos gestores e colaboradores sobre essas questões, permitindo que eles se concentrem e tragam resultados mais benéficos no Core Business (atividade principal do negócio), como vendas, negociações com fornecedores, estoque, a satisfação do cliente etc.

Mais chances de avaliar as metas e estratégias da empresa

Unindo o fato de que os relatórios fornecidos pelos profissionais são completos e fáceis de serem interpretados com a possibilidade de se concentrar melhor na atividade-fim, os gestores conseguem elaborar planejamentos estratégicos, tributários, financeiros, entre outros mais bem fundamentados e seguros.

Tudo com custos reduzidos e informações precisas, transparentes e reais sobre o negócio, o que aumenta a probabilidade da sobrevivência, do sucesso e do desenvolvimento do negócio, além de torná-lo mais atrativo aos investidores.

Ao entender o que é Outsourcing e quais são suas funções, pode-se afirmar que essa é uma estratégia que traz diversas vantagens ao negócio, contribuindo para seu impulsionamento no mercado.

Ficou interessado e quer saber mais detalhes sobre o assunto? Então, entre em contato conosco, tire suas dúvidas e entenda mais sobre os nossos serviços de Outsourcing contábil, trabalhista e tributário. Teremos prazer em lhe atender!

0 comentários

Categorias

Receba nossos conteúdos por email.

Guia sobre EFD-Reinf para empresas